SITE

BLOG

27

ABR

2015

O trabalho da Ecole foi rico de trocas, de percepções e valores. A Escola, já renomada na França, tem sua origem no berço mundial das artes, do estilo e da inspiração para o vestir. Com a chegada ao Brasil, veio o reposicionamento e a necessidade de um Planejamento de Marketing e Branding. Esse processo foi guiado pelo objetivo de encontrar uma mensagem universal, capaz de traduzir os valores da Escola no Brasil, na França, nos Estados Unidos ou Marrocos, que são alguns dos lugares onde já formou alunos.

O projeto contemplou análise do mercado, entrevista com prospects e formadores de opinião do Brasil, definição dos norteadores estratégicos de atuação, posicionamento e plano de comunicação integrada, que ainda está em execução. 


O resultado foi uma uma marca original, forte e cheia de significados que traduz a promessa de valor: Ser para Vestir. Confere abaixo a marca, o evento que aconteceu para formadores e imprensa em São Paulo e Porto Alegre.

Apresentação da proposta da Escola, palestra sobre tendências e oficialização da nova identidade.

Nossas clientes queridas: Vandressa Pretto, diretora da Escola no Brasil (esquerda) e Sophie Pereira, diretora e fundadora da Escola em Paris.

Kit para formadores de opinião e convidados.

Em breve teremos novo site, programa de Embaixadoras de Marca, plataforma de negócios e novos cursos que irão ampliar ainda mais a qualidade do ensino proposto. No Facebook você pode acompanhar as novidades!

 

A identidade da marca é assinada pelo Diretor de Arte Tiago Junqueira.

 

18

MAR

2015

Muito tem se falado sobre propósito de marca e de negócio e tivemos a honra de trabalhar com um cliente que nos inspirou muito nesse sentido.

AZM Assessoria em Câmbio já atuava por diferenciação quando nos procurou, prestando um serviço com diferenciais nítidos para os seus clientes e diante do mercado, mas sem reflexo no seu posicionamento de marca e comunicação. Alguns destaques:

  • Contrária que eu o mercado oferece, o serviço de câmbio prestado é pessoal, próximo, humano.
  • Existe inteligência e envolvimento, não se trata apenas de uma transação comercial.
  • Ao tempo que, trata-se de um serviço e um processo de compra racional e isso valida a necessidade de mantermos um sinal de comunicação institucional rígido.

Entendendo um pouco mais o seu público através de entrevistas, olhando as tendências de mercado e mapeando o espaço que os concorrentes já ocupavam, definimos o posicionamento e, como produto dele, o conceito: Troque com a gente. Ele somou-se à identidade da empresa em uma campanha de valor que refletiu a cultura organizacional que faz a AZM pulsar: o envolvimento, a troca, a vontade de acompanhar o que cada cliente viveu numa viagem, num intercâmbio e compartilhar as experiências que a troca de câmbio pode proporcionar.

O troque nasceu para mostrar um pouco daquilo que a AZM acredita, da filosofia que nos move a fazer sempre o nosso melhor na hora de trocar uma moeda para que você viva um momento especial. Acreditamos na troca que faz bem, que traz o novo, na troca onde todos ganham e queremos compartilhar exemplos de como pequenas iniciativas podem mudar um dia, uma vida ou o mundo. É tempo de trocar. É tempo de somar e compartilhar.
É nisso que a gente acredita e é assim que a AZM trabalha: trocando moeda para que você troque histórias e aproveite a vida.

 

Nas redes sociais, o Troque assinou uma sério de posts de reforço de valor, contando com depoimento de clientes que concretizam a promessa, assim como postagens de reforço às bandeiras que a AZM carrega.

O movimento de reforço de valor ganhou vida no blog “Troque com a gente”, onde a AZM compartilha notícias sobre o mercado, história de clientes e novidades sobre serviços e a empresa.

Já o site manteve a identidade institucional da empresa, assim como sua comunicação institucional, resguardando a imagem de confiança, que é um dos pilares que movem o dia a dia da empresa.

 

Ficou curioso pra ver mais e acompanhar as novidades da AZM? Acesse aqui :)

17

MAR

2015

Muito tem se falado sobre propósito de marca e de negócio. Deixando de lado o termo e partindo para o entendimento, precisamos ir além. Na verdade, o propósito tem relação direta com os princípios norteadores da empresa, com aquilo que faz dela única, que não pode ser copiado. Você já pensou qual é o propósito do seu negócio? Ampliando um pouco o olhar, o propósito precisa estar refletido no posicionamento, que é uma equação maior, pois é mais estratégico do que emotivo. Nesse caso, para posicionar, é preciso segmentar: entender para quem o seu negócio vende, quais os hábitos de consumo e onde o seu negócio está inserido no mercado.

 

Posicionamento, na definição técnica feita por Kotler, é “o ato de desenvolver a oferta e a imagem da empresa para ocupar um lugar destacado na mente do consumidor”. Trocando miúdos, é como você quer ser lembrado e como você se torna relevante e para isso o posicionamento precisa ser materializado, de fato, na compra, no serviço, no atendimento, na comunicação, enfim, no branding da marca.

Um exercício fácil é pensar:

  • Para quem eu vendo?
  • O que meu público procura?
  • O que meu negócio tem para oferecer de forma relevante?
  • Como meus concorrentes se posicionam?
  • Como eu quero ser lembrado?
  • Qual a imagem prentendida para a minha empresa?

Posicionamento, assim como a marca, é feito de um conjunto de percepções e sentimentos que permitem um serviço ou produto ser único na vida de um cliente. É um bem essencialmente intangível por natureza, assim como as marcas. É dessa forma que ela é qualificada por contadores e financeiros do mundo. A comunicação só vai ajudar na propagação dessa força, mas ela precisa existir no seu negócio.

00

MAR

0000

Peter Drucker nos diz que:

“A meta do marketing é conhecer e entender o consumidor tão bem, que o produto ou serviço se molde a ele e se venda sozinho”

E nunca se viveu isso de forma tão intensa. Numa era da economia da atenção, onde o tempo das pessoas vale dinheiro, sustentar uma empresa pela sua comunicação já não funciona. As pessoas pedem verdade, o poder está nas mãos do consumidor e uma marca pertence as pessoas e não mais as empresas. Nesse cenário, pensar serviços, produtos e estruturar o posicionamento do negócio é um tema urgente na pauta dos empreendedores e das grandes empresas. A internet nos aproximou das marcas e as pessoas esperam delas mais do que simplesmente vender uma oferta.

Buscando o significado acadêmico para o termo “marketing” encontramos a seguinte definição, feita por Phillip Kotler: “Marketing é a atividade humana dirigida para a satisfação de necessidades e desejos por meio de processos de troca”, ou seja, se fala em atender desejos e não em enfiar goela abaixo dos consumidores o que o negócio tem para oferecer ou convencer as pessoas a consumirem algo que não necessitam. O quadro abaixo é o raciocínio atual sobre a lógica de se pensar o marketing de uma empresa. Vale lembrar aqui que marketing não é comunicação, que ele consiste em pensar o negócio e não apenas a sua forma de se comunicar.

As pessoas vão lembrar da nossa empresa pelo que somos, pelas bandeiras que levantamentos, pelas causas que acreditamos. E isso tudo precisa fazer sentido, ser real, não pode ser estratégia de marketing: primeiro tenha valores, depois tenha um negócio. O espaço que desejamos ocupar na cabeça no consumidor, que é o posicionamento de comunicação, precisa dessa equação bem resolvida e precisa, mais do que tudo, que essa promessa seja realmente entregue na compra. Isso é integridade de marca: promessa x entrega.

Dessa forma, é importante entender o que as pessoas esperam da empresa, no que ela pode ser diferente do que já existe, que demanda ela pode atender, quais são as oportunidades descobertas no cenário de negócio onde ela está inserida. Novos modelos de negócios também se apresentam como boas alternativas: posso oferecer a mesma coisa em um formato diferente? Modelo de negócio é a forma pela qual uma empresa cria valor para todos os seus principais públicos de interesse. E aí, qual o valor do seu negócio?

PARA ENTRAR EM CONTATO,

envie um e-mail para: patricia@patriciachiela.com.br

 

51 8192.4858

contato@patriciachiela.com.br

Porto Alegre, RS - Brasil